Páginas

terça-feira, 13 de julho de 2010

Uma pitada de Imposição e insegurança???

São Paulo. 6 horas da tarde.
Linha Esmeralda da CPTM parecendo uma lata de Sardinha.

Aquele funk "Delicioso" começa a tocar em alto e bom som de um celular amigo em volta.

"PQP! é Ela denovo..."
"Cê vai atender mano? " [E o Funk rolando]
"Se não atender F.... "
...
"Oi Gata ... Calma Gata ... Claro q eu amo só você!! ... Não gata [vai chamar a mãe de gata porra!!!], é só minha amiga do trabalho, claro q eu não tenho nada com ela.... Só porque eu brinquei no orkut dela não quer dizer q eu pegando.... Claro que eu amo só você gata!!!!"

[Vários "elogios" depois....]

"Olha que eu vou atrás de fulaninha se você não parar ein...."


Primeiro. Não compartilhe seus gostos peculiares no toque do seu celular. E mantenha sempre um volume que não atrapalhe quem está a 200 metros de distância.
Segundo. Mantenha sua relação longe de ambientes públicos e lotados.

Agora vamos ao que interessa.... Me pergunto que tipo de relacionamento se baseia nesse lance de fazer ciúme pra segurar o parceiro.
Não vou ser hipócrita....já fiz muito disso no meu primeiro relacionamento, quando ambos eram crianças e não sabiam nada de nada.
Meus Caros. Um relacionamento bacana não se baseia em imposição de pensamento, nem em joguinhos infantis de ciúme, nem em voltas regadas a sexo selvagem e muito menos em afastamento do resto do mundo. Relacionamentos de verdade [de qualquer tipo] baseiam-se em respeito e confiança. Se um destes alicerces não existe a relação em si também não. O que passa a existir é só um monólogo sentimental patético que faz mal a todos os envolvidos [incluindo os amigos, parentes e colegas de trabalho de ambos].


Dignidade também é isso Galera!

2 comentários:

Rafael disse...

De pleno acordo. No meu trampo também, de vez em quando, eu tenho que ouvir o problema dos outros e o cara não se toca que tá em um local público. Capaz de a pessoa fazer isso pra ter atenção.

Desses problemas que eu ouço, acho que a pessoa quer que eu resolva pra ela.

CADA UM COM O SEU PROBLEMA :D

Marcos Roberto disse...

Se você precisa de artifícios para segurar o relacionamento, é um sinal claro de que o relacionamento deixou de existir faz tempo. Mas uma pessoas que pões funk como toque de celular nunca vai ter cabeça o suficiente pra ter relações com ninguém, vai sempre lançar mão de joguinhos infantis.